Tag Archive: Lisboa

MARC SARKIS GULBENKIAN, SANTO ANTÓNIO, DE LISBOA E PÁDUA, 2019

Em exposição no Museu de Lisboa – Santo António, no Largo de Santo António da Sé, 22, de 30 de janeiro a 15 de março de 2020. . . . Marc Sarkis Gulbenkian… Continuar a ler

JORGE GONÇALVES SILVA, ALFACINHAS

Exposição na Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro, em Telheiras, Lisboa, de 18 de janeiro a 10 de fevereiro de 2020 . . .   Jorge Gonçalves Silva, Alfacinhas . . Sobre este projeto, escreve… Continuar a ler

ANTÓNIO BRACONS, BLOCO DAS ÁGUAS LIVRES, LISBOA, 2019

. . . António Bracons, Bloco das Águas Livres, Lisboa, 2019 . . A exposição “Desvio”, em Junho, levou-me ao Bloco das Águas Livres, na Praça das Águas-Livres, em Lisboa. Há qualquer coisa… Continuar a ler

A LISBOA DE HARSH KAMAT

. . . Harsh Kamat, Lisboa, 2015-17 . . Harsh Kamat é um fotógrafo indiano que veio para Portugal entre 2015 e 2017 para aprofundar os seus conhecimentos de fotografia; estudou no Ar.Co… Continuar a ler

HUGO RC, JOÃO CASEIRO, MARIA LOPES, MIGUEL HENRIQUES. O TEMPO SEM TEMPO

. . .     Hugo rc, João Caseiro, Maria Lopes, Miguel Henriques,  O Tempo sem Tempo, 2016 . . 5 de junho de 2019 foi o último dia de aulas da Escola… Continuar a ler

ANTÓNIO BRACONS, EXPO’98. À NOITE – 2, 1998

Há 20 anos, 30 de setembro de 1998, foi o último dia da EXPO’98. . . . António Bracons, EXPO’98, Lisboa, 1998 . . Da Porta do Oriente, percorro o recinto: passo pelos… Continuar a ler

ANTÓNIO BRACONS, EXPO’98. À NOITE – 1, 1998

. . . António Bracons, EXPO’98, Lisboa, 1998 . . Entardece, anoitece. Desde as 16 horas que pelos vários palcos e pelo recinto se desenrolam os espectáculos, presenças culturais dos vários países participantes… Continuar a ler

ANTÓNIO BRACONS, EXPO’98. PEREGRINAÇÃO, 1998

. . . António Bracons, EXPO’98, Lisboa, 1998 . . Pelas 20h00 encerram os pavilhões, mas há já uma hora que a Peregrinação atravessa o recinto: formado por 11 máquinas de peregrinar, acompanhadas… Continuar a ler

ANTÓNIO BRACONS, EXPO’98. A PRESENÇA INTERNACIONAL – 3, 1998

. . . António Bracons, EXPO’98, Lisboa, 1998 . . Os diversos países apresentam as suas riquezas culturais e naturais e sobretudo a sua ligação com o mar: barcos, artefactos, a história e… Continuar a ler

ANTÓNIO BRACONS, EXPO’98. A PRESENÇA INTERNACIONAL – 2, 1998

. . . António Bracons, EXPO’98, Lisboa, 1998 . . Os diversos países apresentam as suas riquezas culturais e naturais e sobretudo a sua ligação com o mar: barcos, artefactos, a história e… Continuar a ler

ANTÓNIO BRACONS, EXPO’98. A PRESENÇA INTERNACIONAL – 1, 1998

. . . António Bracons, EXPO’98, Lisboa, 1998 . . São vários os pavilhões institucionais e de firmas patrocinadoras da Exposição. Destaco aqui três pavilhões institucionais: o Pavilhão do Comité Olímpico de Portugal… Continuar a ler

ANTÓNIO BRACONS, EXPO’98. NAVIOS, 1998

. . . António Bracons, EXPO’98, Lisboa, 1998 . . Sendo o tema “Oceanos”, os navios não poderiam faltar. Além de diversos navios que pontualmente se encontram no cais da EXPO, diversos navios… Continuar a ler

ANTÓNIO BRACONS, EXPO’98. O PAVILHÃO DO CONHECIMENTO DOS MARES E O OCEANÁRIO, 1998

. . . António Bracons, EXPO’98, Lisboa, 1998 . . No Pavilhão do Conhecimento dos Mares viamos como estes foram sendo conhecidos pelo Homem, desde o início dos tempos até hoje: do aprender… Continuar a ler

ANTÓNIO BRACONS, EXPO’98. OS PAVILHÕES DA UTOPIA E DO FUTURO, 1998

. . . António Bracons, EXPO’98, Lisboa, 1998 . . Estes dois pavilhões faziam apresentações alegóricas e simbólicas dos oceanos. Comecemos pelo Pavilhão da Utopia: exteriormente lembra um capacete de ciclista, no interior,… Continuar a ler

ANTÓNIO BRACONS, GRANDES ARMAZÉNS DO CHIADO, 1992-1994 – 2

30 anos do Grande Incêndio do Chiado, Lisboa (25 de agosto de 1988) . . . António Bracons, Grandes Armazéns do Chiado, 1992-94 . . Entro no espaço do que fora o Convento… Continuar a ler

ANTÓNIO BRACONS, GRANDES ARMAZÉNS DO CHIADO, 1992-1994 – 1

30 anos do Grande Incêndio do Chiado, Lisboa (25 de agosto de 1988) . . . António Bracons, Grandes Armazéns do Chiado, 1992-94 . . Entre 1992 e 1994 trabalhei numa parte da… Continuar a ler

ANTÓNIO BRACONS, EXPO’98. OS PAVILHÕES DE PORTUGAL E DO TERRITÓRIO, 1998

. . . António Bracons, EXPO’98, Lisboa, 1998 . . Frente à linha de bandeiras que une a entrada central – a Porta do Sol – ao Tejo, para sul, está o Pavilhão… Continuar a ler

ANTÓNIO BRACONS, EXPO’98. A ÁREA SUL, 1998

Dia Mundial da Fotografia. A 19 de agosto de 1839, Daguerre anuncia publicamente a fotografia, pode ler aqui. . . . António Bracons, EXPO’98, Lisboa, 1998 . . O teleférico liga a Zona Norte… Continuar a ler

ANTÓNIO BRACONS, EXPO’98. DA TORRE VASCO DA GAMA, 1998

. . . António Bracons, EXPO’98, Lisboa, 1998 . . A Torre Vasco da Gama foi edificada para a EXPO’98. A estrutura, com cerca de 140 m de altura, é o edifício mais… Continuar a ler

ANTÓNIO BRACONS, EXPO’98. A ÁREA NORTE, 1998

. . . António Bracons, EXPO’98, Lisboa, 1998 . . Entrei pela Porta do Sol… Em frente, uma linha de água acompanha, une os mastros em que se apresentam as bandeiras dos países… Continuar a ler