TÂNIA CADIMA, HIDE-AND-SEEK

Integra a exposição “INT ERMI TEN C IA S”, do curso de Projecto em Fotografia e Artes Plásticas, do Atelier de Lisboa, associada ao IMAGO Lisboa Photo Festival 2021, que está patente n’ A Homem Mau, em Lisboa, de 24.09 a 27.10.2021.

.

.

.

Tânia Cadima, Hide-and-Seek, 2020-21

.

.

.

Noite de verão… fomos para a rua brincar às escondidas. Éramos uns 6 ou 7 entre os 9 e os 13 anos. Calhou esconder-me. Escondi-me bem. Bem demais! Porque depois de um largo tempo sem que me encontrassem, abandonei o esconderijo. Tinham desistido. A rua estava deserta.

 À luz desta memória de infância, ‘Hide-and-Seek’ aparece-me como um jogo existencial: conseguir fotografar um objeto sem que ele me veja. Mas claro, desejando perder. Porque só o olhar do outro me confirma.

.

.

.

António Bracons, aspetos da exposição, 2021

.

.

.

Tânia Cadima, Hide-and-Seek, 2021.

Livro, edição de 50 exemplares, impressão digital sobre papel reciclado.

.

.

.

A série de Tânia Cadima, “Hide-and-Seek”, integra a exposição “INT ERMI TEN C IA S”, do curso de Projecto em Fotografia e Artes Plásticas, do Atelier de Lisboa, orientado por Cláudia Fischer e José Luís Neto, curadoria de Atelier de Lisboa, associada ao IMAGO Lisboa Photo Festival 2021, que está patente n’ A Homem Mau, na R. Gonçalves Crespo, 6C, em Lisboa, de 24.09 a 27.10.2021 (prolongada até 27/10; finissage com visita guiada às 19:00).

.

.

.

Tânia Cadima nasceu em Coimbra em 1979, mas foi na Marinha Grande que cresceu. Concluiu em 2002 a Licenciatura em Design de Comunicação, pela Universidade de Aveiro, exercendo, desde então, a profissão de designer gráfica. Recebeu em 2012 o 1º prémio Maratona Fotográfica FNAC (Lisboa) e, em 2013, o 1º prémio Novos Talentos FNAC Fotografia com o trabalho Brejo. Estudou Fotografia no Atelier de Lisboa entre 2013 e 2015, de onde nasceram Clepsidra e Berenice, trabalhos que participaram em exposições colectivas pelo Atelier de Lisboa. Em 2017 expôs Berenice no m|i|mo, Museu da Imagem em Movimento, em Leiria. Actualmente vive e trabalha em Lisboa, é fotógrafa residente da companhia Hipérion – Projeto Teatral.

.

.

.

Pode conhecer melhor o trabalho da artista no FF, aqui e no site da artista, aqui.

.

Sobre esta exposição no FF: Ana Feijão, aqui; Carolina Tardin, aqui; Frederico Brízida, aqui; Margarida Reis Pereira, aqui; José Pedro D’Amorim, aqui; Pedro Gil Mendonça, aqui.

Sobre o Atelier de Lisboa no FF, aqui e o site, aqui.

Sobre o Imago Lisboa Photo Festival no FF (a agenda e outras exposições), aqui e o site do Imago, aqui.

.

Cortesia da artista.

.

.

.

Advertisement