TIRA-OLHOS, ASSOCIAÇÃO DE FOTOGRAFIA EXPERIMENTAL E A LESMA, FESTIVAL DE FOTOGRAFIA LENTA . AGENDA

A LESMA tem lugar na Cooperativa A Padaria do Povo, R. Luís Derouet, 20 A, Campo de Ourique, Lisboa, de 24 a 26 de Setembro de 2021. A AGENDA abaixo.

.

.

.

[Tira-Olhos],  Obras na Paisagem

.

.

.

Sobre a TIRA-OLHOS, Associação de Fotografia Experimental

.

Na Tira-Olhos, associação criada em Julho de 2019 por um conjunto de experimentalistas com formação em fotografia, praticamos uma fotografia lenta. É maioritariamente uma fotografia-sem-câmara, em que procuramos aprofundar diálogos entre a realidade experimentada e os processos escolhidos para revelar a natureza sensorial dessa experiência. Tratamos, portanto, de questões relacionadas com a significação e a representação: partimos de referentes, indícios e símbolos, para lhes conferir sentido através de diferentes modos processuais, trabalhando suportes, formas, texturas e cores. É também, essencialmente, uma prática com várias etapas, sendo que a experimentação e a contemplação atravessam todas elas.

Muito à semelhança dos processos realizados nos primórdios da história da fotografia, os tempos das imagens por nós criadas são os de uma sinfonia sem compasso. À medida que nos dedicamos a este modo de fazer lento, vamos descobrindo que este fluxo de trabalho contamina toda a nossa estrutura de linguagem e, por isso, todo o nosso ser.

.

Edições, Luminogramas (2) – Papel salgado (2)

.

Vamos criando raízes nesta nossa casa e trabalhando para que a urgência do tempo cronológico não entre aqui. Aqui, no atelier da Tira-Olhos, o tempo é uma experiência subjectivada, interiorizada e revelada de acordo com o tempo corpóreo e ambiental. Aqui, vamos deixando que a fotografia, enquanto mediadora, nos vá transformando.

.

Obras na Paisagem, Sem título: Cianolumen (58,5 x 76 cm) – Luminogramas (75,5 x 54 cm – 55,5 x 71 cm) – Papel salgado (56 x 75 cm – 56 x 75 cm)

.

Trabalhamos com diferentes tecnologias, vulgarmente designadas por processos alternativos. Mas este conceito tem pouco valor para nós. Alternativa a quê, se outra coisa não se apresenta como natural? Preferimos falar antes de uma ideia de fotografia lenta ou fotografia consentida, i.e., um modo de fazer imagens que procura a representação por meio da relação entre os objectos e os processos escolhidos para os revelar. Recorremos à antotipia, à cianotipia, ao papel salgado, ao colódio, à goma dicromatada, entre outros processos e vamos tentando que o flow nos conduza na experiência da criação.

.

Série “Receituário”, 2021, Posters, cianotipia: Papoila – Vários posters

.

A TIRA-OLHOS, Associação de Fotografia Experimental, tem sede na Rua Jacinto Nunes, 8B, 1170-188 Lisboa.

.

.

.

Sobre a LESMA, Festival de Fotografia Lenta

.

.

A LESMA é uma plataforma que celebra a fotografia lenta (artesanal e/ou mecânica, histórica e/ou alternativa), convocando autores e educadores que usam modos de expressão experimentais e processuais. A plataforma apresentar-se-á pela primeira vez em 2021 com a realização de um Festival de Fotografia Lenta, criando durante três dias uma zona autónoma, temporária, que promove a mostra e a partilha de saberes e fazeres.

A LESMA procura criar um espaço de encontro entre a criação, a experimentação e a fruição de uma certa expressão fotográfica que explora modos de fazer sensíveis e afectivos, assentes em processos lentos, artesanais, orgânicos e/ou sustentáveis.

Programado como um evento pontual, a acontecer ao longo de três dias (de 24 a 26 de Setembro), no espaço centenário da Cooperativa A Padaria do Povo, [R. Luís Derouet, 20 A, Campo de Ourique] em Lisboa, a LESMA apresentará um conjunto de obras (instalações e site specific works), uma feira, um ciclo de conversas, bem como um conjunto de oficinas e demonstrações que serão disponibilizadas ao grande público de forma gratuita.

.

.                                                                         

.

A AGENDA da LESMA

.

As atividades:

.

.

Por dias:

.

Nota: As conversas sofreram alterações pontuais face ao inicialmente anunciado (alterado em 11.09)

.

.

.

Os posters LESMA

.

LESMA, alguns posters.

.

Os posters LESMA resultam de uma colaboração entre a Tira-Olhos e a Oficina do Cego, pensada e realizada no âmbito da LESMA – Festival de Fotografia Lenta.

São 200 provas singulares, vivas e efémeras.

Os posters começaram a ganhar vida na Oficina do Cego, pelas mãos da Inês Cóias e do Hugo Henriques (ilustrações e linogravuras) e do tipógrafo João Sebastian, tendo depois viajado até à Tira-Olhos, onde foram intervencionados com imagens fotográficas efémeras (antotipia) com muito sol, carinho e lesmice, pelas libelinhas residentes Paula Lourenço e Sofia Silva.

Alguns posters vão ganhar asas, viajar pelo país à procura de novas casas. Os restantes estarão disponíveis durante o festival LESMA, que acontece n’ A Padaria do Povo (Campo de Ourique, Lisboa), entre os dias 24 e 26 de Setembro de 2021.

.

.

.

Pode ver uma Memória do Lesma no FF, aqui.

Mais informações aqui.

.

Cortesia: Tira-Olhos.

.

.

.

Advertisement