GRAÇA SARSFIELD, A ÁRVORE QUE EU SOU, 2020

.

.

.

Graça Sarsfield

A árvore que eu sou

Fotografia: Graça Sarsfield / Texto: Sofia Castro

Lisboa: Câmara Municipal de Lisboa – Divisão de Arquivo Municipal / Outubro . 2020

Português e inglês / 14,9 x 20,0 cm / 36 pp., não numeradas

Costura na espinha a verde / 500 ex.

ISBN: n.d.

.

.

.

.

Sofia Castro, curadora, escreve a propósito do projeto:

Na sequência do convite à fotógrafa Graça Sarsfield para produzir um livro de fotografia e realizar uma exposição/instalação, tendo como foco o seu arquivo pessoal e autoral, foi premissa que da cumplicidade entre curadora e autora se apresentassem as temáticas que tem vindo a captar ao longo do seu percurso. Integrado na programação da Lisboa Capital Verde Europeia, este projeto desenvolve a relação particular da fotógrafa com o mundo vegetal, compreendendo registos que vão do retrato à paisagem.

.

Este livreto é um complemento da exposição, de distribuição gratuita aos visitantes. As fotografias sucedem-se com pausas entre si, permitindo um visualizar pausado, como lento é o crescimento das árvores. Um ou dois fólios em branco fazem-nos parar entre cada par de fotografias, criam um silêncio, uma serenidade que a natureza proporciona.

.

.

Graça Sarsfield, A árvore que eu sou, 2020

.

.

.

.

A exposição “A árvore que eu sou”, de Graça Sarsfield, integrada na programação de Lisboa Capital Verde Europeia 2020 e na programação paralela do Imago Lisboa Photo Festival, esteve patente no Arquivo Municipal de Lisboa — Fotográfico, na Rua da Palma 246, de 16 de outubro de 2020 a 9 de janeiro de 2021.

.

.

.

António Bracons, Aspetos da Exposição, 2020

.

A exposição é composta por um autorretrato, isolado na parede à direita.

Quase frente à entrada, um conjunto de 8 fotografias em sequência, mostram um erguer, como uma árvore que cresce lentamente, que cria raízes com os ventos mais fortes, procurando segurar-se ao solo, criar raízes, resistir, crescer sempre mais.

Do lado esquerdo, sobre uma mesa, um álbum que podemos folhear…

.

.

António Bracons, Aspetos da Exposição – Álbum, 2020

.

.

.

Advertisement