LISBOA CIDADE TRISTE E ALEGRE. ARQUITETURA DE UM LIVRO. ARCHITECTURE OF A BOOK, 2018

Exposição patente em Lisboa, no Museu da Cidade – Palácio Pimenta, ao Campo Grande, de 13 de abril a 2 e dezembro de 2018.

.

.

.

Lisboa Cidade triste e alegre. Arquitetura de um livro. Architecture of a book

Fotografia: Victor Palla, Costa Martins / Coordenação: Rita Palla Aragão / Texto: Joana Gomes Cardoso, Joana Sousa Monteiro, Rita Palla Aragão, Alexandre Pomar, André Príncipe, Luís Camanho, Mário Moura, Michel Toussaint, Paulo Catrica, Tereza Siza

Lisboa: Museu de Lisboa / 29.05.2018

Português e inglês / 23,0 x 28,5 cm / 192 págs.

Brochura / 1.000 ex.

ISBN: 9789898167743

.

.

Lisboa_Cidade_Triste_Alegre-Cat_Exp (1)

.

.

O Museu da Cidade – Palácio Pimenta apresenta, entre 13 de abril e 2 de dezembro de 2018 (inicialmente até 9 de setembro), uma importante exposição, fundamental para compreender a génese e o processo de criação de um dos mais importantes livros de fotografia portugueses, sem dúvida o mais conhecido e influente: “Lisboa Cidade Triste e Alegre”, de Victor Palla e Costa Martins.

.

convite net

.

Este livro é o catálogo da exposição, mostrando com detalhe as imagens, peças e documentos expostos, bem como importantes textos de diferentes personalidades, que ajudam a conhecer a génese deste livro e a sua influência na história da fotografia, especialmente a portuguesa.

Além de ‘reproduzir’ a exposição, o livro é complementado com diversos ensaios.

A abrir, Joana Gomes Cardoso;  de seguida Joana Sousa Monteiro, diretora do Museu da Cidade / Palácio Pimenta (onde decorre a exposição) escreve “Lisboa ‘cidade triste e alegre’, um poema gráfico” e Rita Palla Aragão, regista a “Memória”.

Nos ensaios, Alexandre Pomar, escreve “Lisboa…, um cometa, um puzzle”; André Príncipe, responsável pela edição da Pierre von Kleist Editions: “Lisboa ‘cidade triste e alegre’, uma história pessoal”; Luís Camanho, autor de um muito interessante documentário sobre o livro (2005), escreve “I was dressed for success, but success it never cames”; Mário Moura, “Outra vez te releio”; Michel Toussaint, “Olhar para os habitantes de uma cidade histórica”; Paulo Catrica, “Não presumimos sair airosos de todos os ensaios: As fotografias de Victor Palla e Costa Martins e o foto-livro Lisboa ‘cidade triste e alegre’” e Tereza Siza, “Lisboa ‘cidade triste e alegre’”.

Este livro é, pois um documento essencial para conhecer melhor esta obra de Victor Palla e Costa Matins.

.

.

.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Lisboa Cidade triste e alegre. Arquitetura de um livro. Architecture of a book, 2018

.

.

.

Pode conhecer o livro “Lisboa Cidade Triste e Alegre”, de Victor Palla e Costa Martins, no Fascínio da Fotografia, a edição inicial aqui, o redescobrir pela Ether, aqui e as edições da Pierre von Kleist Editions, aqui.

Uma visita pela exposição aqui.

.

.

.