RENE ZANGERL, CITY MOVEMENT

.

.

.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Rene Zangerl, City movement

.

.

As pessoas parecem estar sob uma pressão sem fim; olhando ao meu redor, o stress está por todo o lado. Tudo tem de acontecer depressa. City Movement pretende relembrar a necessidade de uma pausa e refletir sobre o que é realmente importante.

O projeto mostra veículos urbanos – carros, autocarros, elétricos ou metropolitanos. As imagens de menor dimensão demonstram o ambiente citadino fotografado a partir do interior dos veículos e as maiores revelam o movimento do transporte observado de fora. Elas assemelham-se a pinturas abstratas e representam esta situação frenética através da sensação de velocidade presente nas imagens.

René Zangerl

.

.

René Zangerl fez o seu semestre de intercâmbio em Lisboa, no IADE, em 2017, tendo alguma experiência em fotografia.

Neste contexto, desenvolveu o seu primeiro projeto em fotografia de autor. Atualmente está a cursar o último semestre no FH Vorarlberg (Dornbirn – Áustria), especializando-se em design gráfico – combinando fotografia e design. Com o trabalho City Movement, ele quer alertar as pessoas para a necessidade de fazer uma pausa na vida stressante da cidade e refletir sobre o que é realmente importante. As imagens mostram diferentes tipos de veículos urbanos em Lisboa que transmitem a sensação de velocidade. O resultado final é semelhante à pintura e representa essa situação stressante que queria capturar.

.

.

X'17_MUTE-17

X'17_MUTE-4

Rafael Raposo Pires, Aspetos da exposição, 2018

.

City movement, de Rene Zangerl, integrou a exposição coletiva FOTOGRAFIA X’17, dos alunos finalistas da licenciatura em Fotografia e Cultura Visual 2016/2017 do IADE-U, apresentado na Galeria MUTE, na Rua Cecílio de Sousa nº20 C, em Lisboa, de 1 a 28 de março de 2018 (aqui).

.

banner_3

.

.

Este portfólio foi remetido pelo Autor.

.

.

.

Anúncios