ANTÓNIO BRACONS, DANCE ME – AS VINHAS DE NABOT. GRUPO DE TEATRO DE SANTO ANTÓNIO DO ESTORIL. RETRATOS DE PALCO, 2018 – II

.

.

.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

António Bracons, Dance Me – As vinhas de Nabot. Grupo de Teatro de Santo António do Estoril, 2018

.

.

.

Dance Me – As vinhas de Nabot foi escrita a partir do 1º Livro dos Reis, do Antigo Testamento e inspirada na música e poesia de Leonard Cohen.

.

21 A vinha de Nabot4Acab voltou para casa triste e irri­tado, pelo facto de Nabot lhe ter dito: «Não te darei a herança de meus pais.» Deitou-se na cama, voltou o rosto para a parede e não quis mais comer. 5Sua esposa veio ter com ele e perguntou-lhe: «Por que razão estás assim irritado e não queres comer?» 6Ele respondeu-lhe: «Por­que falei a Nabot de Jezrael, dizendo-lhe: ‘Cede-me a tua vinha por dinheiro ou, se mais te convier, dar-te-ei por ela outra vinha’, e ele respondeu-me: ‘Não te darei a minha vinha.’ 7Então Jeza­bel, sua esposa, disse-lhe: «Não és tu o rei de Israel? Levanta-te, come, não te aflijas! Eu mesma te darei a vinha de Nabot de Jez­rael.» 8Escre­veu cartas em nome de Acab, selando-as com o selo real, e enviou-as aos anciãos e aos magis­trados da cidade, concidadãos de Na­bot. 9Nelas lhes dizia: «Proclamai um jejum e fazei sentar Nabot na primeira fila da as­sembleia. 10Fazei vir à sua presença dois homens malvados que o acu­sem dizendo: ‘Tu blasfemaste contra Deus e contra o rei!’ Levai-o, depois, para fora da cidade e apedrejai-o até ele morrer.»

11Os homens da cidade, os anciãos e os magistrados, concidadãos de Na­bot, fizeram o que lhes mandara Je­za­bel, conforme o conteúdo da car­ta que ela lhes enviara. 12Proclama­ram um jejum e fizeram Nabot sen­tar-se em lugar de honra. 13Vieram então os dois malvados, puseram-se na pre­sença de Nabot e depuseram contra ele perante o povo, dizendo: «Nabot blasfemou contra Deus e con­tra o rei!» Fizeram-no sair da cida­de, ape­dre­ja­ram-no e ele morreu. 14Man­da­ram então dizer a Jezabel: «Nabot foi ape­drejado e morreu.» 15Quando Jeza­bel teve conhecimento que Na­bot fora apedrejado e já estava mor­to, disse a Acab: «Levanta-te e toma posse da vinha que Nabot de Jezrael recusara ceder-te por dinheiro; Na­bot já não é vivo! Morreu!» 16Mal Acab ouviu dizer que Nabot tinha mor­rido, levan­tou-se logo para des­cer até à vinha de Nabot de Jezrael, a fim de tomar posse dela.

17Então, a palavra do Senhor foi dirigida a Elias, o tisbita, di­zen­do: 18«Desce e vai ter com Acab, rei de Is­rael, que vive na Samaria; ele está agora a descer para se apos­sar da vi­nha de Nabot.”

1Re 21, 4-18

.

.

27399610_1244516188981987_1760935845_n

.

.

Dance Me – As vinhas de Nabot foi representada pelo Grupo de Teatro de Santo António do Estoril, no Auditório Senhora da Boa Nova, S. João do Estoril, nos dias 3, 4 e 5 de fevereiro.

.

.

.