TATIANA MACEDO, ORIENTALISM AND REVERSE, 2017

.

.

.

Tatiana Macedo

Orientalism and reverse

Fotografia: Tatiana Macedo / Texto: Susanne Weiß / Coordenação: Ana Patrícia Severino / Design: Sena/Luz

Lisboa: GHOST Editions, Berlim: Kunstraum Botschaft / 2016

Inglês / 23,0 x 30,0 cm / 32 pp não numeradas

Capa com 8 fólios dobrados, soltos / 400 ex.

ISBN: 9789898751072

.

.

Tatiana_Macedo-Orientalism_and_Reverse-1

.

.

Folheio. Janelas de autocarro, vejo o interior vazio e o exterior refletido. Cada fotografia ocupa a folha inteira, dobrada, vejo metade com metade da fotografia seguinte, complementando-se no olhar. Ou abro completamente e tenho cada imagem inteira. Cada face é uma imagem, uma fotografia. As folhas soltas permitem que altere a sequência. As janelas mostram-me o assento vazio, as cortinas, e a cidade, cá fora.

.

.

Orientalism and reverse cria uma atmosfera de desorientação. A artista traz sua câmara junto das janelas dos autocarros no feriado na capital híbrida de Shanghai. Os turistas vêm em grupos e ficam por um curto momento, dentro e fora. Macedo aproxima-se do seu veículo de proteção, das suas conchas móveis, teimosamente de pé na poeira e poeira de parques de estacionamento inacabados, num lugar ao lado do espetáculo. Dentro do reflexo representado de cada janela é possível reconhecer vestígios de um ambiente urbano, que permanece bastante inespecífico, como estes traços que não dão uma indicação clara do paradeiro dos autocarros. A profundidade criada leva o espectador para a imagem nalgum lugar atrás ou entre as cortinas.

O tecido torna-se tão vívido que já não se lê como um autocarro turístico. Essa transformação de algo fluido em algo sólido parece um manifesto orientalista: simultaneamente o objeto do desejo torna-se manifestamente claro e obscuro. Colecionando momentos contemporâneos da identidade coletiva chinesa, produz uma situação dentro da qual perde os seus traços. E. W. Said escreve no seu livro “Orientalism” (1978) que noções como modernidade, iluminação e democracia, não são de modo algum conceitos simples e concordantes que se encontram ou não se encontram (como ovos de Páscoa na sala de estar). Com razão, Macedo aproxima-se da janela de outra pessoa antes de entrar.”

Susanne Weiß

.

.

.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Tatiana Macedo, Orientalism and reverse, 2017

.

.

.

Também pode ver o livro aqui.

.

.

Este livro foi publicado por ocasião da exposição Orientalism and Reverse, na Kunstraum Botschaft, em Berlin. Foi apresentado em Lisboa no MNAC – Museu Nacional de Arte Contemporânea – Museu do Chiado, em 26 de maio de 2017.

.

.

.

Pode conhecer mais sobre autora no seu site, aqui.

.

.

.

Advertisement