JOÃO MOTA DA COSTA, CINQUENTA ANOS DEPOIS, 2015

.

.

.

Este slideshow necessita de JavaScript.

João Mota da Costa, Cinquenta anos depois, 2015

.

.

.

Quando em 1962 visitei pela mão dos meus avós Lourenço Marques, as imagens que mais marcaram a minha memória de criança de 8 anos foram as cores e os cenários realistas que vi no Museu Dr. Álvaro de Castro, animais nos seus ‘ambientes naturais’.

O nascimento de um neto em 2014 fez-me viajar para Johannesburg, e aproveitando esta viagem decidi revisitar e fotografar o agora Museu de História Natural de Maputo.

Hoje o gesso dos animais embalsamados foi-se desfazendo e integra a paisagem, criando alguns artefactos visuais, mesmo assim ainda capaz de me fazer reviver e imaginar o que senti cinquenta anos antes.”

João Mota da Costa

.

O Museu foi fundado em 1911, tendo-se instalado no edifício em que se encontra em 1933. Os animais parecem reais, congelados na ação. E são. As peles vestem moldes em gesso, eternizando os animais em momentos da selva ou da savana: de ternura, de liberdade, de fuga, de caça e sobrevivência, num ambiente “natural”. Sem dúvida que estes quadros “vivos” de natureza selvagem, próxima, marcam. Uma criança de 8 anos ou um adulto… cinquenta anos depois…

.

.

.

A série Cinquenta anos depois, de João Mota da Costa integra a exposição Assim se chamam as coisas pelos nomes que elas são, do Curso de Projeto do Atelier de Lisboa, com Curadoria de Paulo Catrica, apresentada em Lisboa, na “Confeitaria”, na Rua João Saraiva, 28A, Alvalade, de 11 a 25 de março de 2017.

.

.

image003

Convite

.

170311-Exp-AtelierLx-Confeitaria-Final_Proj-or_PCatrica-Fot_A_Bracons (90)

António Bracons, Aspeto da exposição, 2017

.

.

.

João Mota da Costa (1954) é médico cirurgião plástico, dedicado à área de cirurgia da mão. Inicia percurso fotográfico como autodidata desde 1969. Desde 2011 que frequenta os cursos do Atelier de Lisboa de projecto orientados por fotógrafos contemporâneos: Paulo Catrica, Daniel Malhão, António Júlio Duarte. Frequentou a pós-graduação em “Discursos de Fotografia Contemporânea” da Faculdade de Belas Artes, 2015-16. Participou em diversas exposições individuais e coletivas e editou o livro “Álamos” (2015).

.

.

.

Pode conhecer melhor a obra de João Mota da Costa aqui.

Pode ver alguns trabalhos de João Mota da Costa no Fascínio da Fotografia aqui.

.

.

.

 

Advertisements