JOANA PATRÍCIO, WATERMIND, 2016

.

.

.

Watermind é um projecto de auto-retrato. Aborda a mente enquanto espaço privado, no qual ninguém tem a capacidade de se inserir e compreender o seu conteúdo excepto eu própria. Representando visualmente o consciente e subconsciente durante uma fase da minha vida, Watermind ilustra as expressões da minha mente através da confusão frenética dos seus fragmentos – da “conversa” que tenho comigo própria todos os dias, horas, minutos, segundos e que apenas silenciará com a morte.

Neste espaço sem ligação ao real, de ambiente abstracto, difuso e confuso, onde reina uma fase de impercetibilidade. Num espaço que conecta a mente com a ilusória presença de água. O único espaço que me possibilita estar completamente isolada e onde, por conseguinte, o que vai cá dentro faz-se ouvir ainda mais alto, mais forte. Em Watermind metaforicamente ilustro o interior da mente como se este fosse o próprio oceano, conferindo-lhe limites de infinitude.

Watermind transmite as coisas que não vejo, que não consigo tocar mas que, no entanto, estão sempre aqui, comigo – mesmo que não as queira.”

Joana Patrício

.

.

.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Joana Patrício, Watermind, 2016

.

.

.

Joana Mendes Patrício (Lisboa, 1995), seguiu o seu percurso de estudos em artes visuais, focando-se mais tarde na área da fotografi­a. Efetuou a licenciatura em Fotografia­ e Cultura Visual pelo IADE-U, Lisboa, e realizou uma mobilidade de estudos através do programa Erasmus + no Technological Educational Institute of Athens, na Grécia. Sobre si, diz:

Os meus projetos pessoais exploram os conceitos de identidade e da vida real através dos meus próprios olhos. Pertenço ao mundo e a minha maior ambição é conhecê-lo. Como um objetivo de vida, pretendo adquirir experiência e contato com pessoas cujas culturas são desconhecidas para mim, o que tem  sido fascinante e marca-me. Sou uma contadora de histórias. Compartilho as minhas próprias histórias de vida real, tanto visualmente como verbalmente. Acredito que cada um de nós vive o seu próprio filme, apenas temos de encontrar uma maneira de vê-lo. Quero inspirar as pessoas a sair da sua zona de conforto, a encontrar o seu caminho, a começar a viver e a seguir os seus sonhos. Sou uma sonhadora. Eu capturei os meus sonhos da vida real na imagem imóvel e em movimento.” .

.

.

.

 

iade-x16

.

O projeto de Joana Patrício, Watermind, integra a exposição Fotografia X’16, dos finalistas da Licenciatura em Fotografia e Cultura Visual, 2015-2016 do IADE Universidade Europeia, patente no Carpe Diem Arte e Pesquisa, na Rua de O Século, 79, em Lisboa, de 14 de janeiro a 25 de fevereiro de 2017.

.

carpediem-x16-finalistas-iade-2-fot_ant_bracons-39

carpediem-x16-finalistas-iade-2-fot_ant_bracons-24

António Bracons, Aspeto da exposição, 2017.

.

.

.

Pode conhecer melhor o trabalho de Joana Patrício aqui e aqui.

Pode ver a exposição no geral aqui e aqui.

.

.

.

Anúncios