PATRÍCIA ALMEIDA, PORTOBELLO, 2009

 

 

 

Patrícia Almeida

Portobello

Fotografia: Patrícia Almeida, texto: Patrícia Almeida, David Alexandre Guéniot, Jan Jeffrey

Autor / 2009

Português e inglês / 18,1 x 22,8 cm / 104 págs.

Cartonado

ISBN: 9789892014616

.

.

Patricia_Almeida-Portobello (1)

.

.

Uma visão do “coração do Algarve” (Jan Jeffrey), de “lugares que são mais para entreter que para viver” (David Alexandre Guéniot).

.

Diz Patrícia Almeida:

.

Portobello é o título de um projecto de fotografia realizado em várias visitas ao Algarve entre 2006 e 2007. Partindo de uma abordagem documental da fotografia, Portobello explora o fenómeno do turismo de verão e o imaginário iconográfico a ele associado, cuja promoção institucional baseada em técnicas de marketing aborda a ideia de território em termos de « lugar-marca ». Um lugar para estar (não para habitar ou visitar), mas para experimentar, consumir, durante uma ou duas semanas.

A escolha do título Portobello procura assim retomar a ideia de « lugar-marca », transpondo para um lugar sem referências muitas precisas (pode ser o Algarve, bem como poderia ser a costa espanhola ou grega, ou brasileira…), um lugar fictício e parcialmente ficcionado. A intenção é que o título funcione como uma marca e evoque um imaginário exótico genérico à semelhança de nomes de cidades ou regiões (reais e fantasmeadas) como “Florida”, “Acapulco”, “Tahiti”, “Riviera” ou “Éden”. Estes nomes, geralmente associados a uma ideia de natureza virgem, paradisíaca, utópica, são igualmente presentes no imaginário colectivo enquanto referências historicamente datadas (os anos 1980) enquanto nomes de discotecas, de bares, de hotéis ou de cocktails. Portobello apresenta-se assim como um lugar à beira da ficção, simultaneamente real e inventado, uma espécie de ‘parque temático’ sem temática, mas ancorado num imaginário colectivo relacionado com as férias e construído a partir de estereótipos. Enquanto projecto documental, Portobello apresenta-se também como um ensaio fotográfico sobre a forma como os fluxos de ocupação temporários gerados pelo turismo de verão influenciam a construção da identidade de um lugar.”

.

.

.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Patrícia Almeida, Portobello, 2009

.

.

.

Este projeto foi exposto na galeria ZDB em Lisboa, de 11.09 a 23.11.2008.

De acordo com Sérgio Mah, este trabalho, dos seus primeiros, “provêm de uma tradição documental de inspiração britânica” – estudou Imagem e Comunicação no Goldsmiths College, em Londres – “sendo o seu trabalho mais paradigmático desse período (…) . É um trabalho importante porque aí traça uma espécie de ironia na relação com os temas, a cultura popular pequeno-burguesa e as fronteiras entre o mau gosto e a vida quotidiana num território como o do Algarve.”

Este projeto foi nomeado para o prémio BES Photo (agora Novo Banco Photo),sendo uma das três finalistas do prémio BES Photo 2010, onde apresentou o projeto “All Beauty Must Die”.

.

.

.

 

 

 

Advertisement