ANTÓNIO BRACONS, LOYOLA 91, XAVIER, IGREJA E BASÍLICA, 24.07.1991

Francisco Xavier: uma terra, uma história.

 

 

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

 

 

Chegada a Javier (em basco), Xavier (português), a terra de origem de S. Francisco Xavier.

Entrada para o Centro Espiritual jesuíta, ao fundo, o Castelo de Xavier, a casa onde nasceu S. Francisco.

Seguir até ao acampamento, demorar os olhos pelos horizontes vastos do planalto e da Serra de Leyre também conhecida por de Errando.

A estátua de S. Francisco Xavier.

Visitamos a Basílica, adossada ao Castelo, construída entre 1896 e 1901, a pedido da duquesa de Villahermosa, descendente da família de Xavier, com traço do arquiteto Ángel Goicoechea, nos estilos românico, gótico e bizantino. No tímpano da entrada, a imagem do Santo e os locais onde passou, na Europa, África e Ásia. Os capitéis da entrada com cenas da sua vida. O altar-mor com o Sacrário e a imagem do santo, de J. Suñol. O púlpito com a representação dos evangelistas, Cristo ao Centro.

Em frente, a Igreja Paroquial da Anunciação. O conjunto visto desde o castelo. Sobre a entrada, um painel de azulejos lembra a partida para a Índia do Santo, enviado pelo rei D. João III de Portugal. O altar-mor e a capela batismal, com a pia batismal do séc. XV, onde S. Francisco Xavier foi batizado.

 

 

 

Advertisement